Novos estudantes tomam posse no projeto Câmara Mirim

Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Bela Vista do Paraíso deu posse a nove estudantes que serão os vereadores mirins em 2019. O projeto Câmara Mirim busca estimular a participação dos jovens na vida pública, por meio do exercício da cidadania.

Em sessão na quinta-feira (4), tomaram posse os alunos Letícia Pavan, Mykaelly Pires Afonso Oliveira, Maria Beatriz de Souza, Isabely Vitória Dias Alves, Igor de Souza Soares, Elias Julião da Silva Neto, João Vitor Pereira de Oliveira, Emanuel Rodrigues da Costa e Geovane Eloy Origuela Melo. São três estudantes do Colégio Estadual Jayme Canet, dois do Colégio Sagrado Coração, dois do Colégio Estadual Presidente Vargas e dois do Colégio Estadual Brasílio de Araújo.

Foto: Divulgação

Responsável pelo projeto, o professor Robson Gomes destacou a importância de construir pontes para nos unirmos, e que uma nova política só será possível através de uma nova cidadania, que não seja pautada no medo de perseguições, mas no diálogo e no respeito ao próximo.

Também estiveram presentes os vereadores mirins da gestão anterior, os vereadores eleitos, o prefeito Edson Vieira Brene, e outras autoridades municipais.

O PROJETO

A Câmara Mirim foi implementada pela primeira vez em 2007 e era voltada aos alunos do 7° e 8° ano do ensino fundamental. Em 2018, o projeto foi revivido pelo professor Robson Gomes e pelo então presidente da Câmara Municipal, Rondinele Meira (Pros), através de uma nova resolução do legislativo, dessa vez, voltado para alunos do 1° e 2° ano do ensino médio. Os estudantes foram indicados pelos colégios para participarem do projeto. As reuniões acontecem um vez por mês.

Foto: Divulgação

SAIBA MAIS:
Vereadores mirins apresentam propostas para a Câmara Municipal

No ano passado, os vereadores mirins eram Alice Morais Santos, Daniel de Almeida, Guilherme de Oliveira Oti, Heloísa de Oliveira Balconi, João Gabriel dos Reis, Luiz Fernando dos Santos Botelho, João Victor de Moraes Katayama e Pedro Lucas Carvalho Brasil. Eles tiveram formação sobre política, ética, cidadania, administração pública, leis (municipais, estaduais e federais), assim como sobre encaminhamentos legais e os trâmites do legislativo.

Os participantes chegaram a visitar a Câmara Municipal de Londrina, que tem um projeto do tipo, e a Assembléia Legislativa, em Curitiba. Eles também fizeram indicações de melhorias no município, que foram apadrinhadas pelos vereadores e encaminhadas ao prefeito.


”Facebook”/