Prefeitura volta atrás e retira projeto que daria gratificação a servidores da Licitação

Foto: Filipe Muniz/Telégrafo

A prefeitura de Bela Vista do Paraíso enviou ofício à Câmara Municipal pedindo a retirada do projeto de lei que permitiria dar gratificação aos servidores da Divisão de Licitações. A ideia havia causado indignação em vereadores da base e da oposição na sessão do dia 19 de fevereiro.

A gratificação, um adicional ao salário, seria dada a pelo menos três servidores, o que representaria um gasto aos cofres públicos de R$ 41.883 em um ano.

A prefeitura alegava que o trabalho desses servidores exige conhecimentos específicos, constantes atualizações quanto à legislação, responsabilidade em eventuais erros, e a dedicação para além do horário de expediente.

Mas a justificativa não colou entre os vereadores. O vereador Alex Pinheiro (PSB), presidente da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, chegou a declarar durante a sessão, que o projeto nem deveria ter sido enviado para a Câmara. “Então eu não sei nem se vai sair das comissões. Isso é só um recado”, avisou.

O vereador João do Mármore (PSC), que também faz parte da base do prefeito Edson Vieira Brene (PR), também criticou o texto. “Creio que não vai passar nem na comissão. Se depender de mim, não passa”, declarou João do Mármore, que é o relator da Comissão de Finanças e Orçamento.

Já o vereador da oposição, Jean Palú (MDB) falou que ficou “abismado” com o projeto. “Na situação que o município se encontra, de saber tudo que a gente precisa fazer, e o chefe do Poder Executivo manda aqui pra gente [um projeto] para criar mais gratificação”, disse.


”Facebook”/