Número de homicídios dolosos registrados em Bela Vista aumentou, mostra levantamento

Foto: Reprodução/TV Tarobá

O número de homicídios dolosos (com intenção de matar) registrados em Bela Vista do Paraíso aumentou no período de janeiro a setembro de 2018, comparado com o mesmo período do ano anterior. Foram quatro homicídios nos três primeiros trimestres deste ano e apenas um em 2017. Os dados são do relatório de crimes relativos a mortes elaborado pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape).

RECEBA AS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP
envie #Telégrafo para 98851-7034

O único homicídio registrado neste período do ano passado ocorreu em janeiro. Já em 2018, houve ocorrências do mesmo crime em fevereiro, abril, maio e julho. Não foram registrados roubos seguidos de morte (latrocínio), nem lesão corporal que terminaram em morte nos três primeiros trimestres desses dois anos em Bela Vista.

Um dos assassinados em 2018 foi Lucas Foltran, de 23 anos (Foto acima). Ele foi encontrado no dia 26 de fevereiro morto com um tiro no olho. O corpo estava no Polo Academia da Saúde, que ainda não havia sido inaugurado, em Santa Margarida. Segundo informações da TV Tarobá, a bala ficou alojada no crânio. Lucas era ex-presidiário e ao lado dele foi encontrado um cachimbo que costuma ser usado para o consumo de crack.

Polícia Civil

Após a publicação da matéria, o delegado de policia titular da Delegacia Regional de Policia de Bela Vista do Paraíso, Luís Gustavo de Souza Timossi, enviou nota sobre os quatro homicídios dolosos registrados na cidade nos três primeiros trimestres desse ano. Leia na íntegra:

Em relação aos homicídios ocorridos no ano corrente na cidade de Bela Vista do Paraíso, esclarece-se que:
-01 (um) refere-se a desova de corpo em Bela Vista de um crime ocorrido em Cambé e solucionado por nossa unidade, com a prisão do autor;
-01 (um) crime ocorrido em ambiente domestico com autor identificado nas investigações;
-01 (um) homicídio ocorrido na Rodovia de um individuo de Londrina com anotações criminais por trafico, o qual as investigações apontam que era seguido desde a saída daquela cidade e que se dirigia para a cidade de Primeiro de Maio, com investigação em andamento;
-01 (um) homicídio de um individuo com ficha criminal, cujas investigações encontram-se em andamento;

Estado

Já no Paraná, o número de homicídios dolosos reduziu 13,4% neste mesmo período. Foram 227 homicídios a menos em todo o Estado nos três primeiros trimestres do ano. Em 2017 foram 1.691 registros, contra 1.464 em 2018.

Dos 399 municípios do Paraná, 43% (172) não registraram homicídios de janeiro a setembro deste ano, e 29,5% (118) registraram apenas um ou dois homicídios no período.

De acordo com o relatório da Cape, a 20ª Área Integrada de Segurança Pública, com sede em Londrina, foi a que registrou maior redução em todo o Estado — 55,6% (foram 115 homicídios de janeiro a setembro de 2017, contra 51 casos durante o mesmo período neste ano).

Somente no município de Londrina a redução foi ainda maior, de 60%: em 2018 foram 34 homicídios, e em 2017 foram 86, resultando em 52 casos a menos no período.

*Com Agência Estadual de Notícias
*Matéria atualizada às 16h40


”Anúncio”/